Category

Curiosidades

Category

Lendas da mitologia grega: saiba como ensiná-las de forma lúdica

As lendas da mitologia grega, além de serem histórias muito interessantes, podem ser uma excelente forma de ensinar as crianças de uma maneira criativa e lúdica. A possibilidade de associar essas narrativas aos contos populares e mesmo algumas noções de astronomia são uns dos cenários possíveis para esse aprendizado.

Portanto, se você vem buscando maneiras de ensinar lendas da mitologia grega de forma lúdica, continue a leitura deste artigo e aprenda com as informações a seguir.

Conheça as principais lendas da mitologia grega

O que entendemos hoje como mitologia grega era, na verdade, a religião praticada pelos habitantes da Grécia Antiga, composta por diversos deuses que formavam o seu panteão.

Contudo, alguns deles se tornaram mais conhecidos pelo senso comum, devido às histórias em quadrinhos, filmes e demais apropriações realizadas ao longo do tempo em relação a essas divindades do passado.

Nesse sentido, alguns deuses que poderíamos lembrar seriam:

  • Poseidon: referenciado na história da Pequena Sereia, por exemplo;
  • Zeus: pai de todos os deuses e que governava o Olimpo, também conhecido por ser o pai do semideus Hércules;
  • Hércules: presente em diversas animações e histórias em quadrinhos, nos quais é retratado como um herói;
  • Ares: também ligado ao planeta Marte, é o deus da guerra, apropriado por jogos de videogame e diversas outras fábulas também;
  • Afrodite: o panteão também contava com figuras femininas e Afrodite era a deusa que representava a beleza e o amor.

Poderíamos ainda citar vários outros deuses e deusas, mas vamos nos concentrar apenas nesses que foram um dos mais usados no imaginário popular.

Utilize as lendas para ensinar alguns fundamentos de astronomia

Bom, além dessas associações diretas às fábulas, histórias em quadrinhos e animações, nas quais é possível criar uma abordagem lúdica à mitologia grega, é possível também ir mais fundo e demonstrar como eles eram associados aos planetas no culto dos gregos.

Ares, por exemplo, estava associado à Marte, o planeta vermelho que remetia a um ímpeto enérgico e bélico. Sua representação era, geralmente, colocada como um guerreiro vestido como uma armadura de latão e uma espada.

Poseidon, que na mitologia romana foi celebrado como Netuno, é outra divindade com associação direta a um planeta do Sistema Solar. Sua história conta sobre uma interessante disputa entre ele e Minerva, sua concorrente a ser padroeira da cidade de Ática, na qual homens e mulheres podiam votar. Nessa eleição, as mulheres ganharam por um voto, elegendo Minerva a padroeira da cidade, mas Netuno se irritou e lançou um maremoto sobre aquele lugar.

Histórias como essas podem servir até mesmo para refletir com as crianças questões sobre justiça e igualdade de gênero, ainda que de maneira apenas embrionária.

Veja a importância de ensinar as crianças de forma lúdica

As crianças, por mais expressivas que possam ser, não estão ainda na fase de desenvolver uma linguagem racional, como a utilizada pelos adultos. Por isso, a melhor maneira de desenvolver suas habilidades socioemocionais é por meio da brincadeira.

O tato é muito importante nessas horas, indo além de simplesmente sentar e ouvir histórias sobre mitologia. Por isso, é essencial que se use figuras, seja de heróis ou planetas desenhados para poder exemplificar as divindades e permitir que eles tenham contato direto com o que estão aprendendo.

É possível ainda criar pequenas gincanas do conhecimento com essa temática, e explorar outras ideias que animem os pequenos nessa busca ao saber e ao desconhecido.

As crianças da atualidade estão muito rápidas, dinâmicas e conectadas. Pense que o tempo de atenção delas para escuta será curto e incentive atividades que as permitam se movimentar ao mesmo tempo em que estão aprendendo.

Se gostou de conhecer formas lúdicas de ensinar lendas da mitologia grega, entre em contato conosco agora mesmo e conheça nossa forma de trabalho.

Por que preparar uma homenagem no dia dos avós na escola?

Por uma questão de tradição e de maior alcance, é muito comum comemorar-se o dia das mães e dia dos pais, mas pouco se tem falado e pensado sobre o quão significativo pode ser separar um momento para os avós na escola.

Entender a importância de preparar uma homenagem para o dia dos avós na escola pode fazer toda a diferença na forma como você envolve os alunos e suas famílias no liceu. Então, se você quer entender isso melhor, continue lendo e aprenda com as questões levantadas neste post!

Como surgiu o dia dos avós

O dia dos avós é uma data comemorativa de raiz católica que, após diversas modificações em seu calendário, foi definida pelo papa Paulo VI como sendo celebrada no dia 26 de julho.

Em sua fundamentação religiosa, a data se baseia na história de Ana e Joaquim — conhecidos como Santa Ana e São Joaquim nessa tradição litúrgica —, sendo eles avós de Maria e João, pais de Jesus. Assim, celebrar o dia dos avós nos dias desses santos significa solenizar parentes diretos da figura maior cristã, sendo esta uma data muito especial.

A importância dos avós na vida criança

Os avós têm uma importância na vida da criança que pode passar por diversos aspectos, desde questões emocionais até financeiras. Para quem não sabe, muitas pessoas aposentadas são hoje responsáveis por boa parte do sustento das famílias no Brasil, e isso pode impactar diretamente a educação dos netos.

Na verdade, não é raro encontrar avôs e avós que, além de ajudar nos cuidados com os mais pequenos, ainda auxiliam com despesas mensais, tendo uma contribuição ampla na criação dos netos.

Por esses motivos, é mais que necessário valorizar na escola a importância dos avós na vida das crianças, ainda mais quando estamos falando do Brasil.

Algumas formas de comemorar o dia dos avós na escola

Independentemente do contexto econômico de cada um, encontrar formas criativas e diferenciadas de comemorar o dia dos avós é benéfico à relação familiar dos alunos e, consequentemente, ao ambiente escolar o qual eles fazem parte. Abaixo, separamos algumas ideias interessantes para se fazer isso:

  • confecção de cartões: escrever à mão o que se sente por alguém especial tem um valor único, e que remete ao passado dos avós;
  • dia do chá: descobrir receitas dos avós e compartilhá-las em um dia do chá com os parentes de outros alunos em uma grande confraternização;
  • árvore genealógica: revisitar o passado e promover a diversidade social e étnica na escola como forma de valorizar o histórico das famílias;
  • preparo de um lanche para os avós: um dia descontraído nos quais as crianças ajudam a preparar o lanche dos avós e bater papo com eles.

Essa são apenas algumas formas simples de comemorar a data, e que remetem à experiência de vida dos mais velhos.

O caminho inverso também pode ser possível, como promover um dia em que as crianças ensinam algo aos avós como a utilização de jogos e tecnologias de que gostam, ou mesmo algumas palavras de um outro idioma. Muitas ações boas são possíveis nessa comemoração!

Compreenda a importância de valorizar a presença dos avós na escola

Conforme dissemos ao longo do post, as formações familiares são hoje cada vez mais diversas. Afinal, cada casa pode ter a sua peculiaridade em suas relações entre pais, filhos e avós, podendo contribuir de forma única e rica.

Além do que vimos até aqui, saber reconhecer a presença dos mais velhos na escola e como eles são importantes na vida de seus netos é também mostrar que os vínculos vão além de situações parentais — até porque, em algumas famílias, quando os pais não estão presentes, são os avós que assumem essa função.

Então, não menospreze isso! Busque formas de valorizar todas as pessoas que são importantes na vida do estudante, para além dos muros da escola.

Enfim, gostou do post? Agora que sabe como preparar uma homenagem para o dia dos avós na escola, aproveite para conferir também por que é importante fazer festa junina na escola!