Alguns dizem que o novo ano só inicia depois do carnaval. Outros não gostam das festividades e não veem a hora de o período passar… Mas, independentemente de gostos pessoais, o fato é que essa data faz parte das tradições brasileiras e isso justifica a presença do carnaval na escola.

Mais do que uma festa, ele é um evento cultural e pode ser explorado pelos professores para promover aprendizagens importantes com os alunos. Neste post, nós damos algumas ideias de como fazer isso. Aproveite!

Por que abordar o carnaval na escola?

A função da escola é compartilhar com as novas gerações os conhecimentos que a humanidade produziu em sua história. A apreensão dos aspectos culturais de um povo é uma das aprendizagens mais significativas que os alunos podem ter.

Assim, a escola não pode ignorar a cultura por trás do carnaval. As diversas regiões do país têm formas diferentes de celebrar essa data e tudo isso pode ser explorado nas aulas de história, geografia, artes e muitas outras.

Além disso, festejar o carnaval na escola promove interação, alegria e resgate das manifestações culturais. O modo como a instituição aborda esse tema pode ser, inclusive, um atrativo para os pais que se interessam em saber como a escola se integra à realidade dos alunos.

Quais atividades realizar?

Engana-se quem pensa que o carnaval na escola só se traduz em forma de festa. Essa data pode agregar diversas aprendizagens. Basta que os professores exercitem a criatividade. Veja algumas ideias:

Rodas de conversa

Uma forma de introduzir o assunto nas aulas é escutar os alunos sobre as suas experiências com o carnaval. Com certeza todos vão ter o que falar sobre as tradições ou hábitos da família durante a festa. Nessa atividade, o professor faz um diagnóstico do que a turma já sabe sobre o assunto e pode planejar aulas que aprofundem os conhecimentos.

Pesquisas sobre as diferenças culturais

Um campo de estudo muito interessante que o carnaval abre é o da diversidade cultural. Nessa época do ano, existem os desfiles das escolas de samba no Rio de Janeiro e em São Paulo, mas também os blocos de rua em Recife e manifestações diferentes em todo o país. Os alunos aprenderão muito sobre as culturas das regiões brasileiras.

Estudos sobre os ritmos do carnaval

Com a audiência em torno das festas no eixo Rio-São Paulo, muitas pessoas não sabem que o carnaval envolve outros ritmos além do samba. O frevo, por exemplo, embala as comemorações na região nordestina e é considerado patrimônio imaterial da humanidade.

Os professores podem ampliar esse tema, propondo o estudo dos ritmos, das músicas e dos instrumentos musicais. E esse assunto não precisa se limitar às aulas de música ou artes. Os professores de história e língua portuguesa podem explorar as letras de marchinhas e sambas-enredos com a sua turma.

Discussões políticas

Você sabia que também é possível estimular a consciência política e a criticidade dos alunos abordando o carnaval na escola? Os professores podem discutir, por exemplo, as festas públicas organizadas por prefeitos e governadores.

Nos últimos anos, algumas prefeituras cancelaram esse patrocínio devido a problemas econômicos e sociais. Esse é um ótimo tema para discutir política e atualidades em sala de aula.

Atividades artísticas

O carnaval também traz uma série de possibilidades para as aulas de artes. A ludicidade é uma ótima maneira de promover aprendizagem — e isso o carnaval tem de sobra. O professor pode propor a confecção de máscaras, fantasias, instrumentos musicais e adereços. Além disso, esse tema pode ser vivenciado em brincadeiras de faz de conta com crianças.

Festa de carnaval

Por fim, é claro que o tema deve culminar em uma bela festa! Promovendo um baile no modelo tradicional, a escola está proporcionando um espaço saudável em que os alunos podem vivenciar a cultura e a alegria do verdadeiro carnaval.

Essas foram algumas ideias para abordar o tema carnaval na escola. Realizando essas ações, a escola cumpre seu papel na perpetuação da cultura brasileira. Essa é uma função importantíssima, principalmente quando consideramos que muitas comemorações estão esvaziadas de seus aspectos culturais.

Que tal acompanhar tudo que publicamos? Curta nossa página no Facebook!

Escreva um comentário

Share This